As Fadas Magrinhas, um hit infantil (Foto: Flora Pimentel)

As , um hit infantil (Foto: Flora Pimentel)

O Rec-Beat vai realizar debates sobre o . Serão dois encontros que acontecem no auditório da Livraria Cultura do Shopping Paço Alfândega, nos dias 22 e 23 de fevereiro, as 16h. Na pauta desse ano estão as festas de para o público infantil e o a renovação do frevo.

O público infantil há anos é contemplado pelo festival Rec-Beat através do Recbitinho, que este ano amplia sua programação para três tardes na área interna do Paço Alfandega. Os foliões mirins também passaram a se encontrar nos blocos de Recife e Olinda, como o Guaiamum Trelozinho e o Eu Acho é Pouquinho. A conversa vai discutir como é possível fomentar e melhorar essa produção, inclusive fora do Carnaval.

A conversa acontece no dia 22 de fevereiro, mediada pelo editor da Revista O Grito!, Paulo Floro, com participação do produtor do festival Rec-Beat, Antônio Gutierrez, a produtora Daniela Hoover, do Guaiamum Trelosinho e o Festival de Circo do Brasil. Também participam as Fadas Magrinhas, Lulu e Ana Araújo, que lançaram o primeiro disco em 2013 e são uma das atrações que estarão na programação do Recbitinho deste ano.

No domingo (23), o foco será a música que deveria ser um dos principais símbolos da festa de Momo. “Deveria”, porque mesmo após ter sido declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco na ocasião de seu centenário, o Frevo ainda é pouco encontrado nas programações de rádio e carnavalescas. Porque, mesmo com a atuação novos e importantes trabalhos de artistas como Maestro Spok, J Michiles e , as marchas e composições tocadas ainda remetem a um passado distante?

Quem participa deste debate é Fábio Cabral, da loja Passa Discos, especializado em música pernambucana e um dos locais que mais apoiam a cena independente pernambucana. Junta-se a ele o compositor J Michiles, autor de canções como “Bom Demais”, que faz sucesso na voz de Alceu Valença; e “Fazendo Fumaça”, gravado por Fafá de Belém. Completa a mesa a historiadora Carmem Lelis, atualmente pesquisadora da Secretaria de Cultura da Prefeitura da Cidade do Recife, uma das responsáveis pelo conteúdo do recém inaugurado Paço do Frevo. O debate será mediado pelo jornalista e pesquisador Bruno Nogueira.

Os encontros integram a programação do festival e são gratuitos. Os debates acontecem sempre às 16h horas no auditório da Livraria Cultura do Paço Alfândega, no Recife Antigo. Os shows do Rec-Beat acontecem entre os dias 01 e 04 de março com entrada gratuita. A programação ainda será divulgada.

recbeat

Sem mais artigos