Foto: Reprodução/Twitter.

Foto: Reprodução/Twitter.

Atualizado às 10h04.

Um ataque à sede da revista francesa deixou ao menos 12 mortes, em Paris, nesta quarta (7). Segundo informações da AFP e The Guardian, dois homens entraram na redação e iniciaram um tiroteio. Na fuga houve troca de tiros com policiais.

Leia Mais
Wolinski está entre os cartunistas mortos no ataque

A revista já tinha sido alvo de ataques no passado depois de publicar caricaturas do profeta Maomé, o que é proibido segundo a religião muçulmana. A sede foi incendiada há três anos em retaliação. O presidente François Hollande esteve no local nesta quarta e condenou o ataque terrorista.

Segundo o jornalista Vincent Justin, que trabalha em um edifício próximo à sede da revista, duas pessoas entraram na redação gritando a frase “vamos vingar o profeta”.

https://www.youtube.com/watch?v=pIRCXLF61pQ

Sem mais artigos