A Revista O Grito! foi selecionada para a segunda etapa do programa Acelerando a Transformação Digital, feito em parceria com a Meta Journalism Project, o ICFJ (International Center For Journalists) e a AJOR (Associação de Jornalismo Digital). Nesta fase, 15 organizações digitais jornalísticas irão receber mentorias e uma verba de um fundo para desenvolver um projeto ou aprimorar seus processos e produtos.

Um comitê do ICFJ selecionou projetos de 15 organizações. As propostas foram desenhadas durante a primeira fase do programa, de sessões de treinamentos em temas ligados ao empreendedorismo no jornalismo digital. O valor pode ser usado para desenvolver um projeto, produto ou implementar melhorias de processos em suas organizações. Além dos recursos, o programa vai cobrir as despesas com mentoria e coaching estratégico e tático.

A Revista O Grito! vai desenvolver uma série de conteúdos digitais originais para as redes sociais, com foco na exploração de novos formatos, como o jornalismo em quadrinhos, webstories, listening rooms, entre outros. Além disso, o conteúdo vai destacar a produção independente do Nordeste e vai mapear a arte e cultura da região para desenvolver novas pautas do jornalismo cultural.

“Acreditamos que ainda há muito a explorar, no jornalismo cultural, em relação às possibilidades que as redes nos proporcionam”, diz Paulo Floro, editor-chefe d’O Grito!. “Queremos explorar, por exemplo, o jornalismo em quadrinhos pensado para uma experiência digital, que é algo ainda pouco explorado no Brasil. A nossa ideia é também buscar melhorar a nossa presença online através de um conteúdo que dialogue com a nossa proposta editorial, que é falar de cultura pop a partir de uma perspectiva crítica, articulando política, sociedade e outras questões atuais”.

Alexandre Figueirôa, editor-executivo da Revista O Grito!, diz que a seleção para o programa chega em uma boa hora. “Manter um veículo jornalístico nos dias atuais tem sido um desafio cada vez maior. Esse investimento será muito importante para que a nossa revista siga fazendo um jornalismo cultural relevante. É importante também por destacar o jornalismo digital feito hoje no Nordeste”. A parceria com o programa vai viabilizar o alcance de novas audiências e o desenvolvimento de pautas e formatos jornalísticos digitais ainda pouco explorados.

Sobre o Acelerando a Transformação Digital

Lançado em novembro de 2021, o programa foi desenvolvido em duas fases. Na primeira, mais de 80 startups e iniciativas digitais de notícias de todo o país participaram de seis sessões de treinamentos virtuais com especialistas, abordando diversos temas, como modelos de negócios e receitas, gestão de projetos e produtos, estratégias de desenvolvimento de audiência, diversidade e inclusão, gestão de conteúdo e monetização.

Nesta segunda fase, que começa a partir de agora, as 15 iniciativas selecionadas receberão recursos e mentoria para a implementação dos projetos apresentados.

Veja a lista dos veículos selecionados:

  1. Agência Tatu – AL
  2. Fauna News – SP
  3. Instituto Alma Preta Jornalismo – SP
  4. Jornal Plural – PR
  5. Matinal Jornalismo – RS
  6. Mobile Time – RJ
  7. Nexo Jornal – SP
  8. O GRITO! – PE
  9. Periferia em Movimento – SP
  10. Ponte Jornalismo – SP
  11. Portal dos Jornalistas – SP
  12. Projeto #Colabora – RJ
  13. Rádio Guarda-Chuva – SP
  14. Rádio Novelo – RJ
  15. Regra dos Terços – PR
Leia Mais
Oscar 2022: Tapa de Will Smith, poder do streaming e poucas surpresas marcaram a premiação