Revista Propágulo abre exposição coletiva com 11 artistas pernambucanos

Escolha dos artistas se deu através de uma convocatória online e tem como inspiração o livro A Desumanização, de Valter Hugo Mãe.

Trabalho de grafite sobre papel de Tatiana Moes, que estará na exposição. (Divulgação).

A revista de arte Propágulo realiza exposição A Beleza da Lagoa é Sempre Alguém, com a presença de 11 artistas pernambucanos, a partir deste sábado (18) na Galeria Janete Costa.

O título da exposição foi apropriado de uma passagem do livro A Desumanização, do escritor português Valter Hugo Mãe. O livro conta a história de uma menina que perdeu a irmã gêmea, e através deste enredo aborda a solidão, a solitude, a ausência e a presença do outro. Fala ainda da humanidade frágil e a dependência do outro, que embora nem sempre seja um outro que faça bem, contribui para a construção de quem somos.

A seleção dos artistas teve início com convocatória pública, lançada nas redes sociais da Propágulo, em janeiro deste ano, onze artistas foram selecionados para compor a exposição. Estarão presentes: Anti Ribeiro, Bisoro, Clara Simas, Luana Andrade, Marcela Dias, Marina Soares, Matheusa Santos, Nara Gual, Rayellen Alves, Tacio Russo e Tatiana Móes. O processo curatorial foi realizado pelo curador Guilherme Moraes, Mariana Melo e demais integrantes da Propágulo.

A obra Onde Habitam, de Mariana Soares. (Divulgação)

A exposição também contará com dois artistas convidados: Luana Andrade e Rayellen Alves.

O principal critério para a seleção foi a relação das propostas com a temática da exposição. Os artistas escolhidos estarão na exposição, como também na edição Nº 8 da revista Propágulo, que será lançada na abertura da exposição.

A exposição tem o incentivo do Funcultura e fica em cartaz até o dia 21 de agosto na Galeria Janete Costa (R. Setúbal, 1023 – Boa Viagem, Recife).

Leia Mais
Butantã Gibicon visibiliza artistas e histórias em quadrinhos de todo o Brasil