Foram divulgados nesta sexta (28), os indicados para o Prêmio São Paulo de Literatura, um dos mais importantes do Brasil e um dos que tem maior valor em dinheiro: R$ 200 mil. Ano passado, Ronaldo Correia de Brito, com Galileia, ganhou o prêmio máximo, de melhor livro. Há também um prêmio para livro de autor estreante.

Entre os nomes deste ano, se destacam o muito comentado O Filho da Mãe, de Bernardo Carvalho e o best-seller, Leite Derramado, de Chico Buarque. O pernambucano Raimundo Carrero, concorre com A Minha Alma é Irmã de Deus

Melhor livro do ano (de 2009)
Bernardo Carvalho, O Filho da Mãe (Companhia das Letras)
Chico Buarque, Leite Derramado (Companhia das Letras)
João Ubaldo Ribeiro, O Albatroz Azul (Nova Fronteira)
Luiz Ruffato, Estive em Lisboa e Lembrei de Você (Companhia das Letras)
Ondjaki, AvóDezanove e o Segredo dos Soviéticos (Companhia das Letras)
Paulo Rodrigues, As Vozes do Sótão (Cosac Naify)
Raimundo Carrero, A Minha Alma é Irmã de Deus (Record)
Reinaldo Moraes, Pornopopeia (Objetiva)
Ricardo Lísias, O Livro dos Mandarins (Alfaguara)
Rodrigo Lacerda, Outra Vida (Alfaguara)

Melhor Livro do Ano de um autor estreante (de 2009)
Brisa Paim Duarte, A Morte de Paula D. (Edufal – Alagoas)
Carlos de Brito e Mello, A Passagem Tensa dos Corpos (Companhia das Letras)
Carol Bensimon, Sinuca Embaixo D’água (Companhia das Letras)
Cíntia Lacroix, Sanga Menor (Dublinense)
Claudia Lage, Mundos de Eufrásia (Record)
Edney Silvestre, Se eu Fechar os Olhos Agora (Record)
Ivana Arruda Leite, Hotel Novo Mundo (Editora 34)
Ivone Castilho Benedetti, Immaculada (WMF Martins Fontes)
Lívia Sganzerla Jappe, Cisão (7 Letras)
Maria Carolina Maia, Ciranda de Nós (Grua Livros)

Os vencedores do ano passado foram o romance Galiléia do cearense Ronaldo Correia de Brito, como Melhor Livro do Ano e o romance A Parede no Escuro do gaúcho Altair Martins como Melhor Livro do Ano – Autor Estreante.

Editor
  1. Olá,
    Meu nome é Ricardo Mardegam, sou escritor e psicanalista.
    No mês de Setembro estarei lançando meu 4º livro intitulado A- (o livro sem a letra A).
    Gostaria de me colocar a disposição para falar sobre o livro em uma possível matéria sobre essa maneira diferenciada de escrever, se houver interesse.

    É um livro todo escrito sem a utilização da vogal A.

    Meus telefones de contato são: 19 92430826
    19 34068827
    Americana-SP

    Grato pela atenção e aguardando um retorno positivo

    Ricardo Mardegam
    Escritor e psicanalista

    1. Escrevi um livro sem a letra A – Ele se chama A- (lê-se a negativo). Ricardo Mardegam

      Um livro surpreendente.
      Diz de um filósofo que emerge e sucumbe em seus conceitos
      teóricos e ressurge como um ícone incompreendido.
      Seus conhecimentos, ensinos e conteúdos podem muito
      nos dizer sobre questões do existir, sobre o Ser e sobre o
      universo dos homens.
      Foi escrito de modo que um dos signos do nosso uso
      comum (o A) fosse excluído e que, mesmo com esse
      jeito diferente de escrever, houvesse o entendimento do
      conteúdo nele exposto.
      É com muito gosto que ofereço este texto… E espero que
      gostem, pois gostei de escrevê-lo e quero crer no seu
      percurso promissor no mundo dos novos escritos.
      Bom divertimento e, em breve, nos veremos, de novo, em
      um outro delírio de escritor que quer o diferente, o novo,
      o (im)possível como desejo.

      psicologo@ricardomardegam.com.br

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Mais
HQ Os fantasmas de Pinochet cria narrativa de julgamento contra o ditador chileno Augusto Pinochet