Salman Rushdie respira sem a ajuda de máquinas após ataque

O escritor sofreu um atentado à faca quando se preparava para dar uma palestra

Salman Rushdie/ Foto: Reprodução Twitter

O escritor indiano Salman Rushdie está respirando fora dos aparelhos após sofrer um ataque a facadas na cidade de Nova York, quando se preparava para dar uma palestra no Chautauqua Institution, na última sexta (12).

De acordo com informações da policia americana, um homem de 24 anos subiu ao palco e esfaqueou o autor pelo menos 10 vezes no rosto, pescoço e abdômen.

Após o ataque, Rushdie foi levado as pressas a um hospital, de onde se recupera pouco a pouco. O agente do escritor, Andrew Wylie, explicou em um e-mail enviado para a agencia de notícias Reuters, que Rushdie está respirando sem a ajuda de aparelhos.

De acordo com ele, a recuperação deve ser longa visto a severidade das feridas, mas a condição de Salman Rushdie está se encaminhando para a direção certa.

Rushdie é autor de Os Versos Satânicos, livro pelo qual foi acusado de blasfêmia por parte de alguns grupos muçulmanos. A obra foi proibida no Irã em 1988 e um ano depois foi emitida uma fatwa, ou edito, pedindo a morte do escritor. Quem assinou o documento foi o falecido líder do Irã, Ruhollah Khomeini.

A obra traz um personagem inspirado no profeta Maomé, o que é considerado como ofensa grave por liderança muçulmanas. O escritor passou a contar com segurança desde que a fatwa foi emitida. Ele conta parte dessa experiência em seu livro Joseph Anton.

Além de Os Versos Satânicos, Rushdie é também autor de Vergonha, Os Filhos da Meia-Noite e Fúria.

Leia Mais
Brasil Grime Show é confirmado no festival No Ar Coquetel Molotv