A série Saber de conta, em seis episódios, histórias de parteiras tradicionais de Pernambuco e tem direção de Júlia Morim. A produção vai ao ar na TV Pernambuco no Dia Internacional da Parteira.

A ideia é valorizar e promover o ofício de parteira tradicional, trazendo ao público um pouco desse universo, justamente no mês de maio, instituído como o mês de celebração do ofício de parteira.

Nas imagens captadas em 2019, as parteiras Prazeres, de Jaboatão dos Guararapes, Zefinha, Elisabete e Severina, de Caruaru, Dôra, Tia Ana, Juliana, Neide, Darinha, Jacira, Luzânia, Marlene, aprendizes e parteiras Pankararu dão depoimentos sobre a transmissão de saberes, o reconhecimento da comunidade, e o sentimento de satisfação em ajudar uma mulher a dar à luz. “Pra mim é a melhor coisa do mundo é eu ver uma criança nascendo. Nascer e você ter certeza que deu tudo certo. Não tem como você explicar! É inexplicável”, testemunha Neide, aprendiz de parteira.

Já Prazeres, 80 anos, parteira agraciada com o Prêmio de Patrimônio Vivo de Pernambuco, e protagonista do curta-metragem “Simbiose”, ressalta o papel da parteira na comunidade: “É uma liderança. É uma conselheira. Ela é advogada, ela é assistente social, ela tá em todas. É por isso que eu achei por bem dizer o que ela faz só numa palavra: ela faz simbiose”. Entre os instrumentos de trabalho, as mãos ganham destaque, como diz Dôra, parteira Pankararu: “As mãos é o que Deus deixou pra gente. A mão é sagrada”.

Todos os filmes terão versão legendada em português e posteriormente serão disponibilizados na internet.

Leia Mais
Romy, do The xx, inicia carreira solo com o hit escapista “Lifetime”