O filme Silenciadas (Akelarre) joga o peso da Inquisição sobre o juiz, e não sobre a Igreja, representada pelo abobalhado Padre Cristóbal (Asier Oruesagasti), que caminha sorumbático, patético, e amedrontado, disposto a qualquer coisa para agradar pessoas hierarquicamente superiores, e livrar-se e de qualquer responsabilidade sobre a atrocidade daquelas mortes. Essa a maior armadilha da história do filme, pois sabemos que não foi bem assim.

Leia Mais
Papo com Thiago Pethit: “Esperança e acolhimento também são resistência”