As Novas Aventuras de Superman era uma comédia-romântica com um super-herói (Divulgação)

superman2

O Homem de Aço nos dias atuais não pode ser ingênuo nem altruísta ao extremo. E tem que ter liberdade de socar o vilão até cansar em um acesso de raiva

Nos últimos anos, a TV se mostrou um espaço mais amigável para Superman. Após o fim da franquia com Christopher Reeve, o herói protagonizou duas séries de sucesso na telinha: As Novas Aventuras do Superman (Lois & Clark no original), nos anos 1990 e Smallville, nos anos 2000. Recordes de audiências, as produções ajudaram a manter acesa a mitologia do personagem, que sofria para emplacar um filme que estivesse à altura de sua importância da cultura pop.

Leia Mais
Crítica: Mais ação e menos humanismo no reboot do herói nos cinemas

Com Brandon Routh, a DC Comics viu a popularidade do personagem ruir com um roteiro ruim que não se encontrava entre o tom abobalhado e “camp” e o dramalhão. Além disso, o ator não agradou os fãs. O fiasco repercutiu até na carreira de Routh, que não conseguiu emplacar mais nenhum papel de destaque em Hollywood. Superman – O Retorno serviu de base para a Warner saber o que deveria evitar neste novo trabalho.

Brandon Routh e seu Superman mais ameno e bobo não atendeu as expectativas (Divulgação)
Brandon Routh e seu Superman mais ameno e bobo não atendeu as expectativas (Divulgação)

Uma das medidas foi o maior realismo, menos piadas infames, mais luta e ação e menos cor. Assistir no 3D faz do filme uma experiência tão soturna que mais parece que estamos vendo Alien ou algum longa de terror sci-fi. O Superman dos anos 10 não pode mais ser ingênuo, nem altruísta ao extremo. Ele precisa ter defeitos, vacilar em suas escolhas e se encher de raiva em determinado momento socando o vilão até cansar. E para tudo isso, o ator precisa saber interpretar além do que ostentar beleza e músculos.

Christopher_Reeve_as_Superman-640x602
Christopher Reeve ficou marcado para sempre pelo papel (Divulgação)

A solução para isso foi Henry Cavill, um desconhecido ator inglês que tentou duas outras vezes conseguir o papel de Superman (fez testes para Smallville e Superman – O Retorno). Para viver Clark Kent, Cavill passou por uma transformação que o colocou em uma dieta pesada para ganhar massa muscular e rotina de seis horas diárias de musculação. O resultado impressiona pela imponência que nunca foi vista nas versões do herói na telinha ou no cinema.

Pena que Cavill não tenha tido espaço dentro do roteiro para trabalhar ainda mais seu carisma. Buscando todas as encarnações de Superman no cinema e na TV, o ator inglês encontra alguém à altura apenas em Christopher Reeve, que conseguiu ficar ligado para sempre ao personagem. Se o sucesso do longa assim permitir, Cavill pode ser o Homem de Aço definitivo deste novo século. [Paulo Floro]

As Novas Aventuras de Superman era uma comédia-romântica com um super-herói (Divulgação)
As Novas Aventuras de Superman era uma comédia-romântica com um super-herói (Divulgação)
Leia Mais
Eu Curto, Tu Curtes, Ele, o Curta #13: Curtas de terror