O cantor e compositor pernambucano Zeca Viana seu novo disco, TRËMA, todo feito em seu home studio durante o isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus.

Com influências que passeiam pelo estado de sonho, sintetizadores e guitarras psicodélicas, o álbum flerta com elementos etéreos

Desde o seu primeiro disco Seres Invisíveis, lançado em 2009, o músico vem desenvolvendo uma linguagem bastante própria através da gravação caseira, se tornando hoje uma das referências da música lo-fi nacional.

TRËMA foi gravado, mixado e masterizado pelo próprio músico em seu home studio Recife Lo-Fi entre as madrugadas dos anos de 2017 e 2020.

O novo trabalho conta com participações especiais de Carol Pudenzi e Kamila Ataíde nos vocais e Igor Taborg nas flautas. São 10 faixas que passeiam pelo de forma despretensiosa pelo Dream Pop, Krautrock e Synth Pop, com letras que nos remetem aos poetas simbolistas em passagens de faixas como “Alquimista”, ‘Fata Morgana” e “Amigo Umbilical”.

O disco está disponível nas plataformas de streaming e também no YouTube:

Leia Mais
J Balvin está com o coração partido no clipe surrealista “Gris”